Liberado consulta de dinheiro esquecido em bancos, veja como consultar e sacar

Nesta segunda-feira (14) o sistema de consulta ao “dinheiro esquecido” em bancos nas mais diversas instituições bancárias do país volta a funcionar. 

O montante total aos quais 28 milhões de pessoas têm direito pode ultrapassar os R$ 8 bilhões e é uma oportunidade para que pessoas possam receber dinheiro que nem sabiam que tinham.

Os valores esquecidos são destinados a pessoas comuns e também a empresas e podem ocorrer por diversos motivos, dentre eles:

  • Conta poupança ou corrente encerradas com saldo; 
  • Cotas de capital a devolver; 
  • Débitos cobrados de maneira indevida; 
  • Recursos esquecidos após encerramento de consórcios; 
  • Devolução de tarifas cobradas indevidamente;

Como consultar os valores

O primeiro passo para consultar os valores é ter uma conta gov.br, quem não possui a conta deve criá-la através do aplicativo de celular ou pelo aplicativo ou pelo site.

O processo de criação da conta gov.br é simples e facilitará não somente para ter acesso a consulta do saldo esquecido em bancos, mas para diversas outras funções.

O processo de consulta aos valores esquecidos em bancos é simples, confira:

  1. Acesse (valoresareceber.bcb.gov.br) a partir desta segunda-feira (14);
  2. Use seu CPF ou CNPJ para consultar se você tem valores a receber;
  3. Caso positivo, guarde bem a data que o sistema vai lhe informar;
  4. Se você ainda não tiver login Gov.br, faça seu cadastro gratuito no site ou pelo App Gov.br (Google Play e App Store). Você vai precisar de um cadastro Gov.br nível prata ou ouro para solicitar os recursos. Não será possível acessar o sistema com login Registrato;
  5. Volte aqui (valoresareceber.bcb.gov.br) na data informada e use seu login Gov.br para acessar o sistema, saber qual o valor disponível e solicitar sua transferência;
  6. Se você perder sua data de resgate, venha aqui (valoresareceber.bcb.gov.br) em outro dia e o sistema vai informar uma nova data para retorno.

Valores são restituídos via Pix

A consulta aos valores estará disponível a partir desta segunda-feira, no entanto, a restituição dos valores aos brasileiros ocorrerá a partir do dia 7 de março.

A restituição dos valores ocorrerá via Pix e os pagamentos funcionarão em duas etapas, onde, somente a partir do dia 7 de março o Banco Central espera restituir R$ 4 bilhões aos brasileiros.

No entanto, aqueles que não possuem chave Pix cadastrada também não devem se preocupar, pois, o resgate do dinheiro também permitirá outras opções, apenas foi definido o Pix como modelo principal de restituição devido a sua facilidade.

Assim, para os brasileiros que não possuem chave Pix cadastrada, as instituições financeiras entrarão em contato com os clientes para informar como deve ser feita a transferência.

Cuidado com golpes

O cidadão precisa tomar muito cuidado com possíveis golpes, sendo assim, nunca clique em links suspeitos enviados por e-mail, SMS, WhatsApp, Telegram ou qualquer outra rede social.

Não faça nenhum tipo de pagamento para ter acesso aos valores a receber e não se esqueça que o único site oficial de consulta de pedidos e transferências é o valoresareceber.bcb.gov.br. Qualquer outro site, plataforma, aplicativo ou forma de contato deve ser ignorada. 

Fonte: .jornalcontabil.com.br